Destaque
Hospital São Mateus é pioneiro do N/NE em diagnóstico cardiovascular.
   
18/09/2010    

Novo aparelho sueco mede a pressão arterial coronariana com precisão durante o cateterismo.

Quando a equipe de cardiologistas do setor de Hemodinâmica do Hospital São Mateus, comandada pelo médico Cláudio Falcão, entrou no Centro Cirúrgico e iniciou o cateterismo em mais um paciente, às 11 horas de ontem, marcou naquele momento o começo de nova era para a Medicina cearense, em especial, para a área cardiovascular.

No Hospital, foi realizado o primeiro procedimento das regiões Norte e Nordeste do País utilizando o que há de mais moderno para diagnósticos cardíacos: o fluxo fracionado de reserva do miocárdio (FFR). Esse "aparelhinho" - ele é menor e mais leve do que um notebook - identifica de forma simples, rápida e extremamente confiável as obstruções que produzem problemas no coração.

Seu diagnóstico, assegura o outro especialista da equipe, João Luís Falcão, é preciso e por isso, é possível descartar a realização de exames complementares que eram necessários até então quando o cateterismo deixava margem para dúvidas. Até ontem, somente São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba faziam esse tipo de procedimento.

Benefícios

O equipamento, de tecnologia sueca, com direitos da empresa norte-americana St. Jude Medical, tem investimento em torno de R$ 80 mil e com inúmeros benefícios para o hospital e pacientes. "Além de ser rápido, em dez minutos podemos fazer o procedimento. O aparelho também vai baratear os custos para quem precisa passar pelo cateterismo", afirma Falcão.

Em média, informa, o São Mateus realiza 100 exames desse tipo. "Se somarmos as outras áreas que podem utilizá-lo, como neurologia e cirurgia vascular, chegamos a 200 pacientes por mês. O aparelho faz a análise de qualquer vaso sanguíneo do corpo humano", salienta..

O FFR, diz o médico, é capaz de definir as lesões que realmente merecem tratamento. Segundo ele, a maioria das doenças tem um componente vascular que necessita ser examinado e tratado. "Isso, por si só, demonstra a dimensão da importância do novo equipamento", ressalta João Luís Falcão.

O chefe da equipe, Cláudio Falcão, lembra, ainda, que o Hospital São Mateus vem realizando, no último ano, investimentos vultosos na área de Cardiologia Intervencionista, graças à aquisição de equipamentos ultramodernos para diagnósticos e tratamento da doença coronária.

São exemplos desse feito, relaciona o médico, a compra de equipamento de hemodinâmica - que incorpora tecnologia com padrão 3D para reconstrução das coronárias, único no Estado do Ceará - e a aquisição de potente ultrassom intracoronário com processamento digital. Essas iniciativas ajudam a Medicina no Ceará.

  Fig1
Médicos realizam cateterismo com ajuda do aparelho "fluxo fracionado de reserva do miocárdio".
 
 
Ler outras notícias
Diretor Técnico
José Gonçalves Moreira Filho
CRM 6879-CE